Lágrimas do Dragão- Bruce Dickinson

Bruce_dickinson_promo.jpg

O que dizer sobre esse deus grego, lindo, sexy e maravilhoso?

Bruce Dickinson, além de cantor é radialista, escritor e piloto. Muita coisa boa dentro de um ser só. Bruce começou sua carreira musical em bandas que tocavam em pequenos bares durante os anos 70. Em 1981 entrou no Iron Maiden, substituindo Paul Di’Anno, e estreando no álbum The Number of the Beast. Durante sua primeira participação na banda, foram lançados vários álbuns de sucesso, resultando na fama mundial de Bruce e se tornando um dos mais aclamados vocalistas do heavy metal.

Bruce saiu do Iron Maiden em 1993 a fim de seguir com sua carreira solo. Balls to Picasso é o segundo álbum na carreira solo de Dickinson e o primeiro lançado depois que ele deixou oficialmente a banda Iron Maiden.

Bruce retornou ao Iron Maiden em 1999 junto com o guitarrista Adrian Smith e permanecem juntos desde então…

Dentre todas as músicas lindas de Balls to Picasso da carreira solo, uma em especial se destaca para mim. Tears Of The Dragon (Lágrimas do Dragão). Particularmente, eu acho a mais linda de todas, de todos os seus poemas, essa musica é a que mais me toca. Confira abaixo a letra traduzida. Abaixo da letra o vídeo da música.

Lágrimas do Dragão

Por muito tempo até agora, havia segredos em minha mente
Por muito tempo até agora, havia coisas que eu deveria ter dito
Na escuridão, eu estava cambaleando até a porta
Para encontrar uma razão, para achar o tempo, o lugar, a hora

Esperando pelo sol de inverno e pela fria luz do dia
Os nebulosos fantasmas dos medos da infância
A pressão está se formando e eu não consigo me afastar

Me jogo para dentro do mar
Libero a onda
Deixo ela me lavar
Para encarar o medo, cheguei a acreditar que
As lágrimas do dragão eram pra mim e pra você

Onde eu estava, eu tinha asas que não conseguiam voar
Onde eu estava, eu tinha lágrimas que não podiam chorar
Minhas emoções, congeladas num lago congelado
Eu não conseguia senti-las até que o gelo começou a se quebrar
Eu não tenho poder sobre isso, você sabe que estou com medo
As paredes que construí estão caindo em pedaços, a água está se movendo
Estou sendo levado para longe

Me jogo para dentro do mar
Libero a onda
Deixo ela me lavar
Para encarar o medo, cheguei a acreditar que
As lágrimas do dragão que pra mim e pra você

Lentamente, eu acordo
Lentamente, me levanto
As paredes que construí estão caindo em pedaços
A água está se movendo
Estou sendo levado para longe

Me jogo para dentro do mar
Libero a onda
Deixo ela me lavar
Para encarar o medo, cheguei a acreditar que
As lágrimas do dragão eram pra mim e pra você

Me jogo para dentro do mar
Libero a onda
Deixo ela me lavar
Para encarar o medo, cheguei a acreditar que
As lágrimas do dragão eram pra mim e pra você

Anúncios
Categorias:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s